segunda-feira, 29 de junho de 2009

Adorando no deserto


Dentre muitas coisas que o Senhor me ensinou, aprendi a adorar -lo em meio ao deserto. Quando adoramos no deserto aprendemos que o tempo, o clima, o solo em que estamos pisando, não altera nossa identidade , mas só nos tornamos cada vez mais adoradores por excelência.
Adorador por excelência é amar a Deus, bendizê-lo nos momentos mais frágeis de nossas vidas, é não negar o nome do Senhor e não deixar de reconhecer sua bondade e fidelidade simplesmente por causa das adversidades que a vida nos traz. É saber que o nosso redentor vive e que o deserto é prova viva de que somos verdadeiros adoradores, pois quer seja no deserto ou no oásis, adoramos ao Senhor e reconhecemos seu senhorio e soberania. E mais ainda, seu amor jamais nos deixará morrer no deserto antes que vejamos sua glória. Antes que alcancemos seus própositos divinos.
Não importa onde você está, se no jardim onde tem sido regado diariamente ou mesmo no escaldante e solitário deserto. Adore a Deus, pois seus olhos estão em todo o lugar procurando verdadeiros adoradores.


Michele Santiago